Memórias metafóricas...

Memórias Metafóricas de Uma Mulher...

Quando pensei em criar um blog, pensei em algo interativo, dinâmico, monocromático, e simultaneamente colorido, multifacetado, diversificado, eclético, teológico, abrangente, etc. e tal, que me permitisse divagar pelas minhas ideologias, fantasias, pretenções, sensações, percepções e concretizações, um diário de bordo, que pertence a alguém que busca conhecimento nas mais distintas áreas e situações, uma mulher que além de feminina, sabe se impor e transpor seus limites e alcançar novos parâmetros na busca de uma auto estima construída com oração, amizade, companheirismo, intimidade, distância, bom senso, caráter, humor, prosa e poesia também, leitura, música de qualidade, recursos tecnológicos, livros, revistas, jornais, coisas que acrescentem a vida, conteúdo que pode ser dividido e repartido... e que vale a pena comentar!!!

quinta-feira, 17 de março de 2011

Reforma Urgente para os reformadores!!!!


Nesses últimos dias tenho ficado um tanto impressionada com alguns pensamentos e atitudes pseudo-reformadoras de algumas pessoas que se julgam os reformadores dessa geração...
Longe de mim, pensar que nossa prática e nossas ideologias cristãs não carecem de reformas, é óbvio que alguns usos e costumes, doutrinas e parâmetros teológicos, precisam urgentemente serem revistos e reavaliados, e consolidados por uma teologia mais pura e mais cristocêntrica, contudo todas essas mudanças, não acontecerão sobre os pilares dos títulos que muitos têm imaginado usados pelos teólogos de plantão, recém formados, idólatras dos gigantes que Deus usou, para nos abrir os olhos, os ditos, reformadores dessa geração, como os fios visíveis desta ligação entre o céu e a terra.
Apesar de apreciar bastante o ensino e amar o conhecimento, muito me preocupa o enfadonho e sistemático uso exacerbado desses títulos, de mestre, reverendo, doutor, e etc e tal, que têm superlotado os anúncios das cruzadas, das palestras, dos cultos e eventos ditos cristocentricos, pelo Brasil à fora. Mas como não era de se imaginar, essa é uma prática importada do evangelho do cenário gospel hoje, que numa tentativa de copiar o efeito causado pelos norte americanos, que vendem, exportam e importam práticas capitalistas, de impacto, de causa e efeito, usando muitos títulos e técnicas de Marketing pessoal, atendimento ao público alvo, gerenciamento de grupos, enfim todas as práticas da administração e gerenciamento de empresas, tudo isso destinado ao empreendimento bem sucedido de vendas para esses leitores da fé cristã. E é aí onde penso que mora o perigo, pois onde entra a fé nisso tudo, tendo em vista, que todas essas técnicas e instrumentos tem substituído os longos períodos de oração, de cuidado aos órfãos e as viúvas, de pregação aos perdidos, e hoje o que chamamos de defesa da fé, é alvo imprescindível dessa máquina produtiva chamada APOLOGIA?! Mas infelizmente, muitos dos homens ditos reformadores, seminaristas, teólogos, líderes ou não, vivem suas vidas apenas estudando, estudando... acumulando títulos e mais títulos, e arrotando todos eles nas suas palestras e apresentações, ou simplesmente nas suas delongas conversações sobre uma teologia tão distante da vida real, e que às vezes na prática vivem um Evangelho tão rebuscado, técnico, e aparente, que acabam por se esquecer que a verdadeira Teologia deve ser feita principalmente com fé, senão não passa de mais uma análise exegética repleta de falácias.
Certa vez, ouví na Capela do Betel Brasileiro Russel Shed ser apresentado como palestrante da noite, evocado pelos títulos que tanto impressionavam alguns de nós ali presentes, e fiquei impressionada com a atitude dele ao receber o microfone, direcionar os aplausos daquele instante ao nosso Deus e, por fim explicar num tom de voz sereno e tranqüilo, que apesar de ter alcançado todos aqueles tão sonoros títulos, existia Um bem maior que todos aqueles, que ele ansiava diariamente por alcançá-lo, o título de Servo Inútil. Naquele instante todos nós ficamos envergonhados por termos nos impressionado com toda aquela apresentação tão pomposa acerca de um homem que como nós sabia que toda a glória deve ser dirigida apenas e tão somente ao nosso Deus.
Mas hoje, quantas vezes não nos impressionamos com esses títulos tão lucrativos para esses homens ou eventos, muitos dos quais que tem acumulado fortuna e fama, ostentando uma capacidade sobrenatural de estudarem as escrituras. Quem de nós não se sente tentado e impressionado com uma chamada como essa a seguir..
"Rev.Augustus Nicodemus Lopes (IPB)-Chanceler da Universidade Mackenzie. É formado em teologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, de Recife, mestre em Novo Testamento pela Universidade Reformada de Potchefstroom (África do Sul), doutor em Interpretação Bíblica pelo Seminário Teológico de Westminster (EUA), com estudos no Seminário Reformado de Kampen (Holanda). Foi professor e diretor do Seminário Presbiteriano do Norte (1985-1991), professor de exegese do Seminário José Manuel da Conceição (JMC) em São Paulo, professor de Novo Testamento do Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper (1995-2001), pastor da Primeira Igreja Presbiteriana do Recife (1989-1991) e pastor da Igreja Evangélica Suíça de São Paulo (1995-2001). Atualmente é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil (Santo Amaro-SP)."

Ou então:

"Prof. Franklin Ferreira. Bacharel em teologia pela Escola Superior de Teologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e mestre em teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil. Coopera com a Igreja Batista da Graça, em São José dos Campos, e com a Igreja Batista Nações Unidas, em São Paulo. Coordena o projeto da Editora Fiel de publicar as obras de João Calvino. É professor, escritor e conferencista. Autor do livro Teologia Sistemática em co-autoria com Alan Myatt, publicado pela editora Vida Nova, e dos livros Agostinho de A a Z e Gigantes da Fé, pela Editora Vida."

Apesar de serem homens de Deus, com uma vida de santidade, e terem tais títulos após muito esforço  e investimento próprio e salutar, os teólogos acima mencionados, por trás de toda essa descrição enfadonha e desnessária ao anunciá-los todas às vezes em cada apresentação desses mega eventos gospel, "ao meu ver", existe todo um mercado gospel altamente lucrativo que responde a uma cultura de exploração de venda de imagem, totalmente pertinente ao capitalismo, o chamado Espírito Capitalista tão presente na Igreja, desde a Reforma Protestante, destinado como fim, a aquisição de todo o conhecimento esboçado por esses homens, para pessoas que muitas das vezes, nem sequer lêem diariamente as escrituras, muito menos sabem discernir que esses títulos de nada servem, se não forem direcionados e usados, ou até mencionados, exclusivamente para a glória dAquele que mesmo sendo o filho do Deus altíssimo, não teve por usurpação ser igual a Deus, pelo contrário, antes mesmo se esvaziou de si mesmo, e pagou um preço incalculável pelo Evangelho da cruz, aquele que aponta apenas para o autor e consumador da nossa fé, que tem por único e exclusivo objetivo alcançar os perdidos, e não usar de vãs repetições pregando o mesmo evangelho mil vezes para um único grupo de pessoas, que há anos não aprenderam a voltar seus olhos para o evangelho da cruz. Literalmente vejo como um grande desperdício toda a idolatria de uma geração que mal sabe o que de fato é o evangelho, e a que custos muito tem se feito nos países onde nenhuma frase sequer da Bíblia foi traduzida para os nativos da região, e acredito ser no mínimo estranho, se investir tanto num mercado como esse, enquanto o Evangelho de fato, que é o "Ide a Todo o Mundo" tem sofrido tanta escassez e descaso, que o digam os que estão nos campos. Não vemos nenhum esforço interdenominacional do meio gospel tão em alta, ou ao menos nenhum investimento digno de tais editoras, na tradução de Bíblias para as tribos indígenas que certamente não comprarão seus livros com dinheiro mas que carecem desses escritos como Pão da Vida, por exemplo, amo os livros, e os mestres, contudo julgo cansativa e exaustiva a apologia que hoje se faz ao universo do culto aos títulos nos pulpitos, e as obras faraônicas do meio evangeliquês gospel, que mais servem para o lucro, do que para o avanço e anúncio do Evangelho em si. 

Não sei que comportamento teria Paulo, que abriu mão de todos os seus títulos para ter um título MAIOR, ser conservo dos servos, por isso ele os reputou como perda, contudo usou todo seu conhecimento para alcançar principalmente os gentios, hoje se estivesse entre nós, ao entrar em algumas sinagogas e encontrar tantos homens intitulados, com tantas cidadanias, e tantos doutores e mestres, arrotando tanto títulos, vendendo suas imagens e lucrando com elas, usando todo esse conhecimento para pregar repetidas vezes para tantas pessoas já ditas como salvas. Também não quero nem imaginar qual seria a atitude de Jesus, ao entrar no templo e encontrar tantos fariseus e mercadores, vendendo tantos produtos para o auxilio do crescimento espiritual de todos esses bebes chorões, que precisam de tanto leite e não crescem nunca, e fico ainda mais assustada quando penso qual será a impressão que o mundo tem tido ao nosso respeito quando tantos homens ditos, homens de Deus, tem-se degladiado tão ferozmente nessas arenas teológicas, reproduzindo gladiadores dos seus reinos particulares em defesa da fé, mas que fé é essa que não consegue enchergar e  alcançar os perdidos de fato???!!!
Sinceramente os dias são maus, e precisamos reter o que de fato é proveitoso, aquilo que produz em nós fé para pregar aos não alcançados, e não desperdiçar pérolas aos porcos... 
Que você analise bem, como tem usado sua fé e sua teologia, se ela é reproduz apenas frases de efeito para o público ouvinte, se ela não alcança nem seu vizinho, de que tem valido toda essa exegese mal feita da prática do evangelho profundo do nosso Exemplo maior que é CRisto... 
Pense nisso, antes de se alimentar e arrotar tanta falácia técnica e instrumental, do cenário mercadológico do mundo de hoje, não é à toa, que haja tanta frieza e indiferença ao Evangelho nos contextos práticos dos europeus e norte-americanos... o que não nos distancia também hoje dessa realidade de vergonha brasileira que mais se fundamenta nos lucros mercantis do que nas vidas alcançadas para Jesus, que impacto e diferença tudo isso tem proporcionado ao anuncio do puro Evangelho, quantas vidas têm alcançado tais discussões e posicionamentos, que tipo de união tem gerado em nosso meio, estamos de fato nos unindo em prol do Reino e do anúncio desse Evangelho Cristocêntrico, ou levantando bandeiras particulares e peculiares ao capitalismo, numa ressaca histórica bem recente, na intenção de refazermos a Reforma Protestante, contudo com uma visão egocêntrica, sem ousarmos sequer prestar atenção para o tempo que se aproxima, "o fim", não percamos o senso, nem a fé, não nos resta muito tempo para estarmos em discussões tão nobres que afastam até os ditos crentes da cruz, imagine os pecadores, os perdidos...
Oremos pois para que alcancemos a estatura da fé que lê e estuda a Bíblia para pregar aos perdidos...
Não se engane!!!!
Reforma se faz, com muita oração, despreendimento, nenhum lucro, perdas e danos, muita fé, simplicidade, e muita prática teológica de vida vivida pela proclamação do Reino de Deus. Vida exaustivamente fundamentada na Palavra, vida gasta com a pregação e não apenas a exposição teológica, desperdiçada aos supostos e prepostos doutores da lei, enquanto muitos desses homens que ousam anunciarem a urgência de uma nova reforma para os reformadores e com ela obter lucros, ficam vomitando seus conhecimentos teológicos e arrastando para si legiões de seguidores arrogantes e pretenciosos, tão cegos quanto muitos dos que eles tem analisados como mercenários, lobos devoradores, facciosos, hereges e mentirosos, e que também têm sido idolatrados como tais, vendido amuletos, livros,  usado também das mesmas práticas mercantis, e por trás de tudo isso muitos homens mais simples que eles, que nem sabemos sequer quem são, quais os seus nomes, com  ou sem recursos, tem investido suas vidas, seus dias, o conforto de suas famílias, seu pouquíssimo conhecimento aos olhos humanos, sua pouca instrução teórica, têm integralmente feito o que muitas vezes estamos apenas criticando e apontando como erro homilético ou teológico, eles têm indo aos lugares não alcançados, aos confins e têm sustentado esses gigantes em oração, para que a Igreja invisível de Cristo continue sua caminhada triunfante na história, até a volta do nosso Amado Jesus.
Nossa vida e nossa teologia deve apontar para Cristo como centro de nossa exposição teórica e prática, e não para instituições, títulos e rótulos, muito menos para nosso eu, ou para nossa presunção teológica, usemos pois esses gigantes da Teologia pura para a pregação do Evangelho do Reino, e para a execução desse conhecimento para alcançarmos vidas rendidas ao Senhor, atraídas pela graça irresistível da cruz e do Evangelho e jamais pelo que reputamos como honra e lucros, que façamos como Paulo, que tudo isso seja esterco diante dos feitos produzidos pela exposição da proclamação e anuncio do propósito de Deus para todo aquele que nele crer!!!!

Gostaria de indicar cinco livros que considero de suma importância para nossa edificação espiritual e que com base neles, fiz essa crítica construtiva, ao sistema capitalista que nos envolve e nos seduz de forma conveniente desde a Reforma Protestante:

"A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo" (Max Weber);
"Heróis da fé" (Orlando Boyer);
"Teologia do Desperdício" (Russel Shed);
"Evangélicos em Crise" (Paulo Romero);
"O Que estão fazendo com a Igreja" (Augusto Nicodemos);
Após a leitura desses belíssimos livros iremos aprender a filtrar algumas questões que dizem respeito às falhas institucionais da igreja, sem contudo perder a fé e o senso de que somos cópias infiéis de um Único Modelo Perfeito, CRisto!

Sola scriptura!!!!!

Sola gratia!!!!!

Sola fide!!!!!

Solus Christus!!!!

Soli deo glória!!!!

3 comentários:

Kaka disse...

Hoje é preconceito contra os inteligentes. Impressionante! No resto do mundo, o fato de que as pessoas correram atrás e se dedicaram para aprender tudo que podiam de uma determinada área geralmente dá um pouco mais de confiança à pessoa. Só na igreja que as pessoas acham falta de santidade ter um PhD e até desconfiam de quem tem, haha!

Os ataques parecem vir de todos os lados. Se você discordar de alguém, pode usar de tudo, claro: ou a pessoa não estudou o suficiente e não pode falar sobre o assunto, ou a pessoa é letrada demais para ser acreditada (é claro que deve ter feito um pacto com o diabo pra ser tão inteligente assim, né?). É mais fácil atacar as credenciais da pessoa do que correr atrás para investigar, estudar e discordar de uma maneira mais “civil”.

O jeito é simplesmente não estudar, mesmo se tiver a oportunidade, né, pelo menos vai agradar a todos parecendo ser uma pessoa mais "humilde". Assim, Jesus vai ter uma Igreja ignorante, mas pelo menos humilde e santa vai ser!

Estou enganada ou Paulo era um dos caras mais letrados da sua época? Nem mesmo Pedro conseguia entender algumas das suas mensagens direito! Eu pelo menos acho que suas cartas foram belissimamente e profundamente escritas e dou graças a Deus por ter convertido um cara tão inteligente para passar mensagens tão importantes para a gente! Há algo mais lindo do que Romanos 8, por exemplo?

Há uma diferença enorme entre se gabar e vangloriar de algo que Deus te deu e exaltar a Deus e glorificá-lo buscando excelência em todas as áreas com todos os talentos que Ele nos deu. É o mínimo que podemos fazer para refletir a Sua glória e majestade: sermos bons imitadores dEle na Sua excelência e bons mordomos dos talentos que Ele nos deu.

Eu conheço esses "dois" mencionados. Se você os conhecesse em pessoa (ou seja, passando um pouco mais de 5 minutos conversando com eles sem preconceito), talvez perceberia que, apesar das letrinhas, eles são homens incrivelmente humildes na sua excelência.

Com muito amor em Cristo,
Uma irmã com bacharelado e sonhando em fazer mestrado e doutorado

Anônimo disse...

Não acho certo você fazer afirmações sem primeiro mostrar provas ou evidências para tais conclusões: "por trás de toda essa descrição enfadonha e desnessária ao anunciá-los, ao meu ver, existe todo um mercado gospel altamente lucrativo". Claro que é sua opinião, mas se mostrasse razões para ela, seria mais justo aos homens mencionados e aos outros que você está pondo na mesma categoria.

Rouseane S. Andrade Siqueira de Araújo disse...

Minha amada acredito que vc não viu as pontuações do texto, nem observou a concordância adnominal ou adverbial nas frases, admiro por demais os dois teólogos que citei e por isso os citei, e sim os conheço, não intimamente como você, mas sei que são homens de Deus e dignos de tais títulos, contudo no texto deixo bem claro que não concordo com a enfadonha descrição ao anunciá-los para a auto promoção de um evento, ou uma conferencia, ou seja lá o que for que se refira a uma visão cristocentrica, pois no meu entendimento periga tornar-se egocentrica. Na íntegra, não estou criticando a teologia dos amados mestres porque conheço e sei que é pura, contudo a venda desses eventos e todo o comércio lucrativo que permeia hoje no cristianismo que imaginamos ser cristocentrico, acredito se tratar mais de uma crítica da conduta capitalista e mercadológica no meio evangélico. Mas tudo bem, no mais estamos no Brasil, e entendo que para você e algumas pessoas, isso seja algo mais do que comum. Do que comum, "pq aqui de tudo o que se planta dá", como afirmou nossos estimados colonizadores portugueses, no mais obrigada pelo comentário, tentarei ser mais explicita para os leitores que não têm tempo de ler com maior atenção e rígor. Abraço fraterno, corra atrás de todo conhecimento possível e sonhado para usá-lo na Obra do Nosso Deus, no anuncio do Evangelho aos perdidos e fica na paz!

Ocorreu um erro neste gadget

Dicas...

Dicas

Ás vezes precisamos de algumas orientações simples e básicas, e que costumeiramente não encontramos com facilidade, contudo quando nos dispomos a procurar o que precisamos, sempre encontramos ao nosso alcance, algumas dicas que nos salvariam de problemas futuros, como por exemplo, evitar fazer algumas misturas de tecidos, estampas, e estilos num mesmo look no dia à dia, ou num dia de festa. Que por mais que vc ouse usar, pode até impressionar num primeiro momento, contudo pode vir a chocar, ou escandalizar alguém, pelo excesso ou abuso, de alguma tendencia que não combina com seu estilo ou visual, portanto defina bem sua identidade através do que vc usa e assim vc também atrairá pessoas que como vc se identificam em alguns aspectos, e assim juntos vcs podem desfrutar do que lhes é comum. Use o espelho, e ouça a opinião de alguém que sabe mais do que vcê naquele assunto.
A palavra é sutileza no vestir-se, espiritualmente e fisicamente tb!

Psalm for the Day

Minha vida cabe nas malas que carrego...

Minha vida cabe nas malas que carrego...

A beleza da mulher


A beleza da mulher ou do homem se revela na essência e não na transparência do vestir-se, ou na profundidade dos decotes, ou na compressão dos jeans com strech, ou nas regatas, bermudas, ou naquilo que deveria apenas adornar para realçar o que de fato ela tem na íntegra, algo que vai além do que é visivel e paupável.
O olhar com singeleza e transparência, a boca com doçura e sem leviandade, o aroma que satisfaz e exala o bom perfume de Cristo, as mãos que seguram e sustentam-se na destra fiel do Pai da eternidade, os pés que caminham rumo ao alvo, e a consciência pura e apologética de que precisamos remir nosso tempo pois de fato, os dias são maus.
Busco insistentemente melhorar àquilo que precisa ser retocado no meu eu, não apenas na minha aparência, mas principalmente naquilo que é transparente e que compõe minha essência de uma mulher que ousa andar segundo a vontade de Deus!

Eu curto Vintage

Eu curto Vintage

Cotidiano é diferente de rotina...

Aprendí com os filósofos que rotina é diferente de cotidiano, sou alguém que foge das inutilidades superficiais dos falatórios alheios, e "hoje" em alguns momentos até ignoro algumas situações, para evitar o confronto ou constrangimento desnecessário... para não perder o bom senso... mas isso é muito difícil, é um objetivo diário...

SOU ALGUÉM EM CONSTRUÇAO, que se permite errar e consertar, falhar e pedir perdão sem titubear, e "hoje" entendo claramente que perdão é atitude e não sentimento!!!!

O Senhor vê além do óbvio e visível!!

O Senhor vê além do óbvio e visível!!

Feliz natal em família

Feliz natal em família

Teus olhos estão sobre mim Senhor

Teus olhos estão sobre mim Senhor

Família na praia...

Família na praia...

Meu amor!!

Meu amor!!

Amigas especias!!!!

Amigas especias!!!!

Ministrando aula sobre Platão

Ministrando aula sobre Platão
Tb é uma paixão!!!

Tb amooooOOO

Tb amooooOOO

Com a galera...

Com a galera...

Amigos

Amigos

AmoooOOO vcssss

AmoooOOO vcssss

Missões é uma prática diária...

Missões é uma prática diária...
Não um clichê!!!

Noite especial

Noite especial

Depois cinema básico com a galera!!!

Depois cinema básico com a galera!!!

A Banda

A Banda
Que me ensinou a olhar para os malucos sedentos da Palavra!!!

Mãe, sobrinha, irmã e pai

Mãe, sobrinha, irmã e pai

Programa Oficina de Deus

Programa Oficina de Deus

Quero ser como criança

Quero ser como criança
Para me deliciar com coisas tão simples e baratinhas + tão saborosas!!

Mardunas - Natal

Mardunas - Natal
Acampamento Bola de Neve Church

Isa, eu e Rafinha

Isa, eu e Rafinha

Deus tem seus planos!!!!!!!!

Deus tem seus planos!!!!!!!!

Abra sua mente para ver a grandeza

Abra sua mente para ver a grandeza
A excelência da Palavra de Deus