Memórias metafóricas...

Memórias Metafóricas de Uma Mulher...

Quando pensei em criar um blog, pensei em algo interativo, dinâmico, monocromático, e simultaneamente colorido, multifacetado, diversificado, eclético, teológico, abrangente, etc. e tal, que me permitisse divagar pelas minhas ideologias, fantasias, pretenções, sensações, percepções e concretizações, um diário de bordo, que pertence a alguém que busca conhecimento nas mais distintas áreas e situações, uma mulher que além de feminina, sabe se impor e transpor seus limites e alcançar novos parâmetros na busca de uma auto estima construída com oração, amizade, companheirismo, intimidade, distância, bom senso, caráter, humor, prosa e poesia também, leitura, música de qualidade, recursos tecnológicos, livros, revistas, jornais, coisas que acrescentem a vida, conteúdo que pode ser dividido e repartido... e que vale a pena comentar!!!

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

AlgUéM eM coNstrUçãO!!! "A Bíblia, toda a Bíblia e nada mais do que a Bíblia, é a religião da igreja de Cristo." (Charles H. Spurgeon)

Este mês nossas Devocionais estão sendo com base no livro de João, e é interessante registrar que mesmo após ler este Evangelho diversas outras vezes, a cada noite, versículo à versículo, Deus tem nos revelado coisas preciosíssimas ao nosso respeito, e ao propósito dEle para nossas vidas. Nesse ano de 2010, confesso, que tenho sido surpreendida por diversas aflições, coisas inimagináveis aconteceram, e é estranho perceber, que aconselhar pessoas com seus problemas, e encorajá-las a tomarem certas atitudes, é totalmente desproporcional ao nos depararmos nas mesmas situações, já tão aconselhadas e trabalhadas na vida de outros, mas agora sendo verdades experimentalmente nossas, que nos remetem a algumas situações inacabadas do nosso passado, ainda que distante, mas não tratado devidamente, e aí percebemos que aquelas feridas que imaginávamos tão cicatrizadas, na íntegra ainda supuram, e exalam um odor bastante desagradável. E precisamos nos despir de nossos pressupostos humanos e denominacionais para sermos tratados pelo Pastor Supremo.

No capítulo 2, do Livro de João, percebemos algumas evidencias de como se pronunciava e atuava o nosso amado Mestre, e Pastor das nossas almas, nosso Conselheiro fiel, Advogado junto ao Pai, Sacerdote excelente e sobretudo Amigo mais íntimo. 
Todo o texto, é maravilhoso, se iniciando pelo milagre da transformação da água em vinho no casamento em Caná, quando Jesus inicia seu ministério terreno, revelando seu poder àquelas pessoas, naquela cerimonia pública, mas antes de tudo aquilo ocorrer, há algo que acontece nos bastidores, e que apenas os mais íntimos ficam sabendo. O vinho havia acabado, e como todos já sabem, ele simbolizava a alegria, a celebração, a cor vibrante, o sabor, o aroma, e também porque não dizer a honra dos noivos que ali se entregavam mutuamente diante do sacerdote e do povo.
O fato do vinho haver acabado, não revela em si, que os noivos foram desleixados, estando com um estoque inferior aos convidados, ou que foram omissos, ou que foram irresponsáveis, pois como sabemos pela cultura daquele povo uma festa de casamento durava dias, e o povo servia-se à vontade, e pode se imaginar que algo fugiu ao controle naquela circunstancia, eu diria, tão avassaladora e arrebatadora dos sentidos, que é todo casamento, pois quem já casou sabe bem do que estou falando, por mais bem planejado que seja, algo sempre escapa das nossas mãos, e aquele era um fato real na vida daqueles noivos, o vinho acabara, e agora como fazer, era a hora do mestre-sala experimentar a qualidade do vinho oferecido?! Imagino a correria e agonia.
Mas graças a Deus, Jesus era convidado naquele momento tão especial para aqueles dois especialmente, e é óbvio que Ele não iria ficar indiferente àquele problema, e logo transformou à àgua em vinho. 
Note, então o zelo de Jesus nisso, a àgua que é um líquido inodor (sem cheiro), insípido (sem sabor) e incolor (sem cor), foi transformado em um excelente vinho, que é umas das bebidas mais fortes, concentradas, encorpadas, aromatizadas, coloridas, é algo estupendo não?!


Na minha leitura ainda por esse capítulo, algo mais me chama atenção. A entrada de Jesus no Templo, sua atitude eufórica e intrigante, e certamente tão polemica ainda hoje nos seminários e nas discussões teológicas. Ele ao deparar-se com os cambistas, mercadores e agentes comerciários de plantão naquele lugar, ele não esperou um minuto sequer para averiguar se poderia ter aquela reação, se era prudente, se seria bem interpretado, se seria aceita sua contestação, ele literalmente expulsou todos do templo, derramou o dinheiro dos cambistas, virou as mesas, isso mesmo, que você leu, ele virou as mesas, e certamente bradou em alto e bom som, não façais da Casa de Meu Pai uma casa de negócios! 
E os judeus, em toda a sua arrogância pediu-lhes um sinal para tal atitude dele, e aí Jesus fala sua célebre frase, "Em três dias resconstruirei este santuário". 
Imagino o zum zum zum dos carolas de plantão,  fariseus, os homens distintos que trabalhavam naquele templo, a ira, a indignação, o falatório, o buxixo que passava de boca à boca, sobre o descontrole emocional desse tal Jesus, que diz ser o Filho de Deus.
Hoje, é claro, não vemos nada disso, nesse nosso tempo, o comércio não tem cadeira cativa nas igrejas, em nenhuma! Nem tampouco o buxixo, nem o falatório, nem os pecados de orgias, nem adultérios, nem fornicações, nem furtos, nem nada daquilo que Jesus encontrou naquele templo, tem nos nossos templos hoje, não vendemos também animais para sacrificios, animais sujos, imagina!, nem nossos sacerdotes, ministros de Deus, permitem isso acontecer, nós somos a geração de Adoradores Exravagantes, o povo de Deus, os Embaixadores que têm até título de Doutores em Divindade.
O que acontece nos bastidores hoje não ferem, nem machucam, nem exalam odor podre, nem matam, nem castram, nem afastam Deus dos homens, e homens de Deus.
Acredito que hoje, Jesus não precisa estar mais nem entre nós, como estava naqueles dias, não apenas porque Ele tabernaculou em nós, mas porque hoje somos respaudados pelo aval do Pastor Tal, do Bispo Tal, Apóstolo Tal, do Cantor Tal, do Presbítero Tal e também dos titulos que ostentamos em nossas conquistas eclesiasticas, isso desde o zelador ao Mais Alto Grau da Igreja Protestante, são pucos, eu diria, raríssimos àqueles que não subjulgam seus nomes aos Títulos que receberam.
Exprimente chamar o Bam... bam... bam... sem o título dele, talvez você até seja disciplinado por desacato ou desonra, ou insubmissão, ou pecado de rebelião, se apenas chamá-lo pelo seu nome próprio.

Certa vez, no seminário ouví um colega de outra turma falar, que ele não se preocupava com seu futuro na sua denominação, porque seu pai tinha influencia nela, e até estava oferecendo seus préstimos a outro colega de curso, para que quando terminasse o curso, caso as coisas não acontecessem, o procurasse que ele dava um jeitinho nisso.
Amados, isso é política e das sujas! Sob hipótese alguma é sacerdócio.
Não sei o que esses homens e mulheres falam e entendem da tal famosa e enfatidica para alguns leitores Reforma, que Lutero tanto lutou e que até agora não aconteceu de fato, pois em nada superamos nossas limitações como Igreja instituição, somos tão corruptas, e políticas quanto a da Santa Sé, a Católica Universal de Roma. Também temos nossos Papas, Cardeais, Bispos, Pastores, Cantores, Obreiros, etc. e etc. que da mesma forma, mais lutam pelos interesses de sua paróquia (igreja local ou denominação) do que pelo Reino de Deus e a propagação do Evangelho em si.
Em nada ameaçamos os nossos inimigos de Reino, pois somos desunidos entre nós mesmos e não repartimos nada, e se algum maluco invade o território alheio, e fala dos podres de tal igreja ou seus líderes, buscando conserto para tal situação, logo é afastado e se dissemina entre o povo as mais absurdas estórias, logo começa a santa inquisição dos crentes.
No final desta leitura, me deparei com o mais incrível versículo, naquela noite, depois de todas essas horriveis constatações, infelizmente experimentadas por onde tenho passado, pregando, cantando, ou simplesmemte visitando, no meio igrejeiro.
Nos versículos 24 e 25, o texto diz, "mas o próprio Jesus não se confiava a eles, porque os conhecia a todos. E não precisava de que alguém lhe desse testemunho a respeito do homem, porque ele mesmo sabia o que era a natureza humana".

Após ler tudo isso, e relembrar algumas situações que certamente abalaria a fé de alguns, o Pai das Luzes, detentor de todo conhecimento, me falou mansamente, que Ele nos conhece individualmente, que somos sua noiva amada, que Ele não precisa do testemunho de ninguém a nosso respeito, porque Ele é o que sonda o nosso coração e sabe de toda a nossa história, e como Igreja invisível, que claro se reune em templos falíveis, liderados alguns por homens sérios, santos, comprometidos que lutam pela visão cristocentrica das Escrituras, tentando aliar a teoria e prática em meio a todo esse corporativismo da igreja capitalista de hoje, infelizmente todas essas coisas ainda acontecem para provar nossa fé e fazer-nos crescer em graça e em verdade, para que o nome do Pai seja glorificado nas nossas vidas, principalmente, ainda que difamados, perseguidos, maltratados, rejeitados pelo o amor e zelo do Verdadeiro Evangelho, que não se vende nem se deixa negociar, mantendo limpa a nossa consciencia e tomando parte na ceia do Senhor até o dia final a quem iremos prestar contas de todas as nossas atitudes, certos de que estamos em construção, e Ele mesmo é o que apaga nossas transgressões e sara todas as nossas feridas.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Dicas...

Dicas

Ás vezes precisamos de algumas orientações simples e básicas, e que costumeiramente não encontramos com facilidade, contudo quando nos dispomos a procurar o que precisamos, sempre encontramos ao nosso alcance, algumas dicas que nos salvariam de problemas futuros, como por exemplo, evitar fazer algumas misturas de tecidos, estampas, e estilos num mesmo look no dia à dia, ou num dia de festa. Que por mais que vc ouse usar, pode até impressionar num primeiro momento, contudo pode vir a chocar, ou escandalizar alguém, pelo excesso ou abuso, de alguma tendencia que não combina com seu estilo ou visual, portanto defina bem sua identidade através do que vc usa e assim vc também atrairá pessoas que como vc se identificam em alguns aspectos, e assim juntos vcs podem desfrutar do que lhes é comum. Use o espelho, e ouça a opinião de alguém que sabe mais do que vcê naquele assunto.
A palavra é sutileza no vestir-se, espiritualmente e fisicamente tb!

Psalm for the Day

Minha vida cabe nas malas que carrego...

Minha vida cabe nas malas que carrego...

A beleza da mulher


A beleza da mulher ou do homem se revela na essência e não na transparência do vestir-se, ou na profundidade dos decotes, ou na compressão dos jeans com strech, ou nas regatas, bermudas, ou naquilo que deveria apenas adornar para realçar o que de fato ela tem na íntegra, algo que vai além do que é visivel e paupável.
O olhar com singeleza e transparência, a boca com doçura e sem leviandade, o aroma que satisfaz e exala o bom perfume de Cristo, as mãos que seguram e sustentam-se na destra fiel do Pai da eternidade, os pés que caminham rumo ao alvo, e a consciência pura e apologética de que precisamos remir nosso tempo pois de fato, os dias são maus.
Busco insistentemente melhorar àquilo que precisa ser retocado no meu eu, não apenas na minha aparência, mas principalmente naquilo que é transparente e que compõe minha essência de uma mulher que ousa andar segundo a vontade de Deus!

Eu curto Vintage

Eu curto Vintage

Cotidiano é diferente de rotina...

Aprendí com os filósofos que rotina é diferente de cotidiano, sou alguém que foge das inutilidades superficiais dos falatórios alheios, e "hoje" em alguns momentos até ignoro algumas situações, para evitar o confronto ou constrangimento desnecessário... para não perder o bom senso... mas isso é muito difícil, é um objetivo diário...

SOU ALGUÉM EM CONSTRUÇAO, que se permite errar e consertar, falhar e pedir perdão sem titubear, e "hoje" entendo claramente que perdão é atitude e não sentimento!!!!

O Senhor vê além do óbvio e visível!!

O Senhor vê além do óbvio e visível!!

Feliz natal em família

Feliz natal em família

Teus olhos estão sobre mim Senhor

Teus olhos estão sobre mim Senhor

Família na praia...

Família na praia...

Meu amor!!

Meu amor!!

Amigas especias!!!!

Amigas especias!!!!

Ministrando aula sobre Platão

Ministrando aula sobre Platão
Tb é uma paixão!!!

Tb amooooOOO

Tb amooooOOO

Com a galera...

Com a galera...

Amigos

Amigos

AmoooOOO vcssss

AmoooOOO vcssss

Missões é uma prática diária...

Missões é uma prática diária...
Não um clichê!!!

Noite especial

Noite especial

Depois cinema básico com a galera!!!

Depois cinema básico com a galera!!!

A Banda

A Banda
Que me ensinou a olhar para os malucos sedentos da Palavra!!!

Mãe, sobrinha, irmã e pai

Mãe, sobrinha, irmã e pai

Programa Oficina de Deus

Programa Oficina de Deus

Quero ser como criança

Quero ser como criança
Para me deliciar com coisas tão simples e baratinhas + tão saborosas!!

Mardunas - Natal

Mardunas - Natal
Acampamento Bola de Neve Church

Isa, eu e Rafinha

Isa, eu e Rafinha

Deus tem seus planos!!!!!!!!

Deus tem seus planos!!!!!!!!

Abra sua mente para ver a grandeza

Abra sua mente para ver a grandeza
A excelência da Palavra de Deus